Parabeno e Sulfato em Cosméticos

A polêmica quanto a utilização de parabenos e os sulfatos na elaboração de produtos cosméticos está longe de terminar. Nesse cenário, no entanto, fica a dúvida: qual o real motivo para excluir tais componentes das fórmulas destes itens?

É importante selecionar os conservantes e agentes de limpeza certos, para que os produtos realmente possam proporcionar segurança e saúde para o consumidor final. Os parabenos são conservantes sintéticos, fabricados em laboratório. Apesar de evitarem contaminações por microrganismos, uma pesquisa realizada de forma independente em 2004 registrou a presença dessa substância em tecidos de tumores. Outras pesquisas continuam em andamento, mas, como algumas mostram que os parabenos podem ser tóxicos, é importante ter cautela nos excessos na fabricação dos produtos.

a-polemica-dos-parabenos-nos-cosmeticos

O Food and Drugs Administration (FDA), órgão governamental americano, responsável pelo controle dos alimentos, suplementos alimentares, medicamentos, cosméticos, equipamentos médicos, materiais biológicos e produtos derivados do sangue, determinou que não há qualquer risco ou ameaça à saúde oferecido pelos parabenos. Um produto sem conservantes também pode trazer malefícios para a pele, ao mesmo tempo em que o parabeno, em poucas quantidades, não irá causar câncer. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), órgão brasileiro que controla a segurança dos ativos que podem ser prejudiciais à saúde – considerada uma das mais rigorosas do mundo – apenas estabeleceu limites máximos de concentrações, ou seja, LIBERADO!

Já o sulfato é responsável pela limpeza, mas promove também a remoção da umidade das camadas superiores da derme e do cabelo. Neste caso, o componente não causa nenhum malefício. Aqui a questão é encontrar o produto ideal para cada tipo de pele e cabelo. Pessoas com pele ou cabelo oleoso, não vão se identificar com produtos totalmente livres de sulfato, assim como pessoas com cabelo ou pele seca, devem procuram produtos com menos sulfato, ou surfactantes menos agressivos.

Nada de pânico em procurar produtos sem esses aditivos! A ideia sempre é ter bom senso na escolha, comprar marcas conhecidas, que estejam dentro da lei, e que o produto seja indicado para você! Eu testei o Curly Wurly da Lola e realmente deixa o cabelo bem mais macio que qualquer outro shampoo que já usei, mas estou intercalando com outros tipos, pra evitar a oleosidade.

Nova-versão-Curly-Wurly-Lola-Cosmetics-Resenha-vídeo-e-comparações-Pudding-No-Poo-e-Low-Poo.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s